Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 Palestina do Espetáculo Triunfante
 Agência Carta Maior
 Animot
 CELEUMA
 Zero Fora
 O Impensado
 Jean Scharlau
 A Margarida Inventada
 Diário Gauche
 Leandro Doro
 RBS mente
 Ficha Corrida
 Nuestro Vino
 Contra Pauta
 Blog do Júlio Garcia
 Blog dos Municipários
 BIRUTA DO SUL
 Reação Cultural
 Blog do Kayser
 Carteiro do Poeta
 NOVAE
 BLOGOLEONE
 Vozes do Sul
 Agente 65
 Dialógico
 VI O MUNDO - BLOG DO AZENHA
 CACTO
 Blog do Alon
 BLOG DO BRASIL DE FATO
 AGÊNCIA CHASQUE
 O olho dínamo
 PONTO DE VISTA
 Acarapuça
 Cultura Livre
 Pensamento Diverso
 Implicante por Natureza
 Na periferia do império
 Desabafo País
 ECOAGÊNCIA
 ALMA DA GERAL
 Esquina Democrática
 Alívio Refrescante
 Aldeia Gaulesa
 ENTRELINHAS
 Paidéia Gaúcha
 Palanque do Blackao
 ALTERNAMIDIA
 LA VIEJA BRUJA
 RÁDIO REPÚBLICA
 O Biscoito fino e a massa
 BLOG DO NASSIF


 
 
RS URGENTE


O SILÊNCIO DA IMPRENSA DE PORTO ALEGRE SOBRE CANOAS

  Já está ficando ensurdecedor o silêncio da imprensa de Porto Alegre sobre um dos braços mais explosivos da Operação Rodin: a prefeitura de Canoas, administrada pelo tucano Marcos Ronchetti. O indiciamento do secretário de governo, Francisco Fraga, pela Polícia Federal, foi tratado com extrema discrição. Segundo as informações já divulgadas pela PF e pela Justiça Federal, Canoas era uma peça-chave no esquema. Até aqui, a brava imprensa da capital não se interessou pelo tema. Deve ser porque Canoas é muito longe de Porto Alegre. Mas há outras fontes de informação. Quem quiser saber mais sobre o assunto pode visitar, por exemplo, o site do jornal O Timoneiro. A cobertura do jornal trata, entre outras coisas, das estreitas relações entre o governo Ronchetti e o chamado “Grupo de Santa Maria”. Confira alguns dos temas, publicados pelo jornal de Canoas, que não estão interessando à imprensa da capital.

 

  Marcos Ronchetti (PSDB)

 

“Em Canoas, o episódio foi mais forte, pois o professor José Fernandes e sua equipe, dividido em várias empresas, estão, de longa data, de corpo e alma dentro da administração municipal. Todos conhecem o chamado grupo de Santa Maria. Sabem da influência que esse grupo possui na administração municipal de Canoas e a estreita ligação com o secretário Francisco Fraga”.

 

“Essa Consultoria Pensant, que está na crise do escândalo do Detran, também tem contrato com a Prefeitura Municipal de Canoas. Olhando bem, Fatec, Pensant e outras, José Fernando e Lair (Ferst) têm passagens marcantes na Administração Ronchetti. Setores da sociedade canoense aguardam a vinda da Polícia Federal a Canoas como nordestino aguarda a chuva”.

 

“As pessoas que transitam próximo ao antigo gabinete do prefeito e do atual estão surpresas porque há vários dias não conseguem ver o sr. Lair Ferst, em sua moderna caminhonete, e os célebres pacotes que transportava sempre em direção ao paço municipal. Era uma figura muito simpática vista pelos corredores da administração municipal e sempre presente nas festas e encontros com o prefeito e o secretário Francisco Fraga”.

 

“Aqui na ‘ilha’ Canoas, tão perto geograficamente, mas tão longe dos olhos da Capital, quase tudo parece possível, desde que tenha o consenso dos poderosos. Uso particular de carros públicos por ocupantes de Cargos de Confiança – inclusive para levar filhos à escola; estacionar em locais proibidos repetidamente sem ser multado; destruir fauna protegida por lei; liberação de obra irregular - às vezes as regulares não são autorizadas por falta de influência; conseguir vagas em escolas; conseguir remédios da Farmácia Básica sem entrar na fila; autorização para realização de exames médicos na rede privada, inclusive fora da cidade, com pagamento integral pela Prefeitura; emprego nos ‘trenzinhos da alegria’; ser inserido nos programas públicos de acesso à moradia; ter luz no poste da sua rua; ter subsídios ou ganhar terrenos para sua associação, ONG ou outro tipo de entidade. Estas, e outras mais,são algumas das vantagens que apenas os amigos dos poderosos usufruem”.

Escrito por Marco Weissheimer às 13h30
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



LAIR FERST, O EMPREENDEDOR

 

Da série Recordar é Viver - Nota publicada no site de Políbio Braga, no dia 5 de fevereiro de 2006, destaca o caráter empreendedor de Lair Ferst, um dos indiciados pela Polícia Federal no caso Detran, acusado de formação de quadrilha e crime organizado, entre outras coisas:

 

“Depois que conseguiu se livrar das indústrias de calçados que tinha no Vale do Sinos e Caçapava, o empreendedor gaúcho Lair Antonio Ferst deu uma guinada na sua vida profissional e assumiu a política e a área de serviços. Ferst vem se defendendo com êxito das ações intentadas contra ele. Nas novas atividades, o empresário vem se dando bem nas duas pontas. No PSDB, graças às ligações históricas que mantinha com o ex-Deputado Nelson Marchezan, acabou na Coordenadoria da Bancada na Assembléia e depois virou alto dirigente tucano no Estado. Na área empresarial, toca com êxito as empresas Rio Del Sur Auditoria e Consultoria, além da Newmark – Tecnologia da Informação e Marketing. O foco das duas empresas é a prestação de serviços para órgãos públicos estaduais e federais. São áreas que crescem muito, sobretudo nas grandes cidades do interior”.

 

Recordemos agora o que disse a Justiça Federal de Santa Maria sobre a Newmark:

 

“A empresa Newmark Tecnologia, Informática, Logística e Marketing, cujos sócios são parentes de Ferst, é sócia da empresa NT Pereira administrada por Patrícia Jonara dos Santos (esposa de Carlos Ubiratan dos Santos). Ao que tudo indica, o verdadeiro dono da Newmark é o próprio Lair Ferst; figurando seus parentes como laranjas, situação similar a da empresa NT Pereira, que de fato seria de Carlos Ubiratan dos Santos, sendo titularizada por um laranja. Os sócios da empresa New Mark, pertence a parentes de Lair Ferst, tem outra empresa da família, a Newmark Serviços da Informação e Inteligência. Esta, por sua vez, é sócia da empresa NT Pereira, administrada pela esposa de Carlos Ubiratan dos Santos”.

 

Como disse Carlos Ubiratan dos Santos, na CPI do Detran, “tudo são relacionamentos”.



Escrito por Marco Weissheimer às 16h21
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



O PODEROSO DÓLAR ESTÁ DERRETENDO?

 João Pedro Casarotto envia artigo sobre a queda do dólar, publicado no site do Sintaf (Sindicato dos Fiscais de Tributos do Rio Grande do Sul). Ele chama a atenção sobre o caráter ilusório de uma certa euforia em nacionalistas desavisados. “Como a psiquiatria ensina, para combater a minha doença, antes de mais nada, é preciso reconhecer que a doença existe. Achar que estamos poderosos e que o império está caindo é pura alucinação; aqueles que têm divulgado, insistentemente, essa falsa idéia devem estar lucrando muito com a pirita”, defende Casarotto. E acrescenta: “A aparente fraqueza do dólar é justamente a maior demonstração da sua força, pois ele está impondo aos demais países o pagamento da conta do ajuste do déficit comercial e das irresponsáveis aventuras financeiras, dos mercados norte-americanos. É como nas guerrinhas ‘cirúrgicas’, no fim apresentam a conta para todos”. Clique AQUI para ler mais.

Escrito por Marco Weissheimer às 10h05
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



SOBRE O PAGAMENTO DA LEI BRITTO

 Fábio Carvalho envia o seguinte alerta acerca do anúncio do pagamento da chamada Lei Britto:

 

Considero oportuno informar os leitores do blog de que há graves equívocos na informação publicada pela imprensa gaúcha em geral, ao reproduzir, sem questionar, o anúncio do pagamento administrativo das parcelas da lei 10.395/95 (Lei Britto). Do modo como foi publicado, os servidores públicos podem ser induzidos ao prejuízo pela imprensa.

 

O principal equívoco é a forte sugestão de que não há diferença entre esperar pelo parcelamento até 2010 e ingressar com ações judiciais (ou aguardar pelo julgamento das mesmas). "Os servidores que acionaram o Estado na Justiça têm duas opções: desistir do processo e aceitar o parcelamento [até 2010] ou continuar a demanda para receber todo o reajuste de uma só vez", escreve a colunista Rosane de Oliveira, na Página 10 de Zero Hora.

 

A assertiva parece desconsiderar a hipótese de claro prejuízo do servidor que renunciar à demanda judicial (os casos devem ser analisados individualmente por pessoa da confiança do servidor). Para além da perspectiva de ter o implante integral antes de 2010, existe um passivo, ora. Esse dinheiro devido ao servidor aparece ao final do texto da colunista, quando lemos que "o governo terá de discutir o passivo acumulado nos últimos cinco anos, uma babilônia de R$ 3 bilhões". Por razões que transcendem os jardins suspensos, não existe, até agora, anúncio para saldar essa babilônia. E aí? Isso significa, hoje, duas opções para quem se sente prejudicado: Justiça ou Justiça. Não se oferta outra alternativa.

 

Na página 6 do mesmo jornal, a indução ao erro ganha contorno agravante, com destaque para a declaração de Mateus Bandeira, da Sefaz, publicada em olho. "Quem quiser entrar na Justiça agora vai gastar desnecessariamente com honorários advocatícios porque vai ter o reajuste". É mesmo? Quanta irresponsabilidade! Parece o tal negócio: se colar, colou. A declaração de Bandeira, tal como foi publicada, simplesmente ignora a existência do passivo e insinua que, para o servidor, sairá mais barato aguardar o parcelamento. NÃO É VERDADE.

 

Para finalizar, num quadro da página 6, lemos que o "retroativo vira precatório". NÃO É VERDADE. No mínimo, o precatório é um título que se pode negociar, quitar débitos com o Estado ou esperar para receber daqui a 10, 20 anos. Pergunte-se, honestamente, a qualquer pessoa: você topa renunciar ao recebimento de 100 mil reais se eu te "isentar" de pagar advogado para cobrar esse valor? Ora, ora. As matérias, pior ainda, desconsideram a hipótese de o passivo ser inferior a 16,6 mil reais, ou 40 salários mínimos. Sendo assim, pode-se cobrar o passivo por Requisição de Pequeno Valor (RPV). Na Justiça, isso sai em menos de um ano (diz-se 60 dias), ou seja, muito antes de 2010. Estão nessa situação praticamente todos os servidores que ingressaram no Estado nos últimos cinco anos. São milhares de pessoas. É grave o erro de informação, portanto.

Escrito por Marco Weissheimer às 20h43
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



LIXO ABANDONADO

 Kiko Machado envia a seguinte nota: "Como mostra a foto ao lado, há mais de cinco dias, foi depositado, na esquina da rua Aurélio Porto com São Manoel, sacos com ossos de gado, roupas, sapatos, casa de cachorro e restos de caliça. Já foram abertos dois protocolos (241970835 e 248270874) junto à Prefeitura de Porto Alegre, mas até o momento nada foi feito. O local tem muitas moscas e o cheiro é muito ruim".

Escrito por Marco Weissheimer às 16h26
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



MINO CARTA ENCERRA BLOG NO IG

 Mino Carta, diretor da revista Carta Capital, decidiu retirar seu blog do portal IG, em solidariedade a Paulo Henrique Amorim, demitido e retirado do ar ontem. Mino Carta fez sua despedida hoje: “Meu blog no iG acaba com este post. Solidarizo-me com Paulo Henrique Amorim por razões que transcendem a nossa amizade de 41 anos. O abrupto rompimento do contrato que ligava o jornalista ao portal ecoa situações inaceitáveis que tanto Paulo Henrique quanto eu conhecemos de sobejo, de sorte a lhes entender os motivos em um piscar de olhos. Não me permitirei conjecturas em relação ao poder mais alto que se alevanta e exige o afastamento. O leque das possibilidades não é, porém, muito amplo. Basta averiguar quais foram os alvos das críticas negativas de Paulo Henrique neste tempo de Conversa Afiada”.

 

Paulo Henrique Amorim já está atendendo em novo endereço.

Escrito por Marco Weissheimer às 14h10
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



SOBRE SILÊNCIOS E RUÍDOS

A vida é dura. Preso por ter cão, preso por não ter. Dois leitores do blog, José Celmar Roir da Silva e Leocádio criticam meu “silêncio” em relação ao resultado das prévias do PT. Ou não leram ou fazem de conta que não leram o tópico “A vitória de Rosário e a derrota dos ‘caciques’ do PT”, postado às 10 horas de segunda-feira. Provavelmente acharam insuficiente o que escrevi, estranhando o “silêncio” do texto. Já outros leitores, como André, escreveram (em relação a esse tópico) que “o derrotismo do colunista só serve para ajudar à direita a se manter no poder”. Recebi alguns outros comentários desta natureza por e-mail, telefone e recados mandados por terceiros. Eu estaria, portanto, com o que escrevi, ao mesmo tempo, “silencioso” e “fazendo o jogo da direita”.

 

Falando sobre estranhamentos, o que é, de fato, estranho, é a reprodução do discurso da “derrota dos caciques”. José Celmar destacou a vitória de Maria do Rosário, “derrotando, como diz a famigerada Zero Hora, praticamente todos os caciques do PT gaúcho”. “Isso é um bom sinal. Sinal de que existe um pouco de democracia interna no partido", escreveu. Em que sentido a leitura da “famigerada Zero Hora” é um bom sinal e indicador da democracia interna do partido??? É com o discurso da “famigerada Zero Hora” que será construída a “unidade do partido”???

 

Esses comentários parecem querer que eu coloque mais lenha na fogueira e extravase minha tristeza com a derrota de Rossetto de um modo ainda mais explícito daquele que já me valeu a acusação de estar fazendo o “jogo da direita”. É um comportamento estranho para apoiadores de uma candidatura que valorizou enormemente o discurso da “paixão contra a razão” na campanha. Se esse discurso (equivocado, aliás) é para valer, deveria, no mínimo, respeitar a subjetividade e a paixão de quem perdeu as prévias. Deveriam entender, se estão tão interessados na unidade do partido, que, nestes casos, o silêncio vale ouro. Considerando as reações ao “silêncio” expresso na nota de dez linhas que escrevi, essa máxima adquire renovado valor. Não será reproduzindo o discurso da “derrota dos caciques”, da “famigerada Zero Hora”, que se construirá algo de positivo.

 

Mas estou sempre pronto a considerar as ponderações dos leitores desse blog. Merecem respeito e atenção. Por isso, para os incomodados com o meu “silêncio”, vai aqui uma consideração adicional ao que já escrevi. José Dirceu saudou ontem em seu blog o resultado da prévia em Porto Alegre como um sinal salutar de renovação que cresce na base do PT. Eu não penso que seja um sinal salutar. Fazer o que. É o que penso, com toda a minha razão e minha paixão. E deixo aqui uma contribuição para a campanha de Maria do Rosário. Quem já participou de prévias no PT, sabe bem que elas são dilacerantes. Construir a unidade pós-prévias não é uma tarefa fácil. Fica mais difícil ainda quando não se respeita as feridas, a tristeza e as paixões de quem perdeu. Um pouco mais de respeito para com a trajetória e a biografia dos “caciques” não seria nada mau.



Escrito por Marco Weissheimer às 10h34
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



TRABALHO ESCRAVO EM BAGÉ

 Uma ação conjunta do Ministério do Trabalho e da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do RS encontrou 25 trabalhadores rurais em condição análoga à de trabalho escravo na última sexta. Os trabalhadores participavam da colheita de melancia em Bagé. Até a tarde de hoje, oito trabalhadores já haviam recebido a sua carteira de trabalho e a rescisória, que inclui  salários atrasados, seguro desemprego e outros direitos.  Todos receberão indenização por danos morais individuais e indenização por danos morais coletivos, em cerca de R$ 60 mil para o grupo. A maior parte dos trabalhadores era do Tocantins e da cidade de São Jerônimo. A maioria estava no local há 50 dias e havia um adolescente de 16 anos entre os trabalhadores. Parte dos empregados, no entanto, já estava na propriedade há cinco meses, todos sem receber salário. A identidade do empregador não foi divulgada. As informações são da Agência Brasil.

Escrito por Marco Weissheimer às 21h08
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



IG DEMITE PAULO HENRIQUE AMORIM E TIRA SITE DO AR

 Luiz Carlos Azenha, do Vi o Mundo, informa: "O jornalista Paulo Henrique Amorim confirmou por telefone, há alguns minutos, que foi demitido pelo portal IG por fax. De acordo com o jornalista, ele foi informado há uma hora (por volta das 17 horas), por fax, de que o portal não renovaria o contrato, que vence no dia 31 de dezembro próximo. O IG menciona uma cláusula no contrato que daria ao portal o direito de tirar o site do ar dentro do prazo de 60 dias que antece o fim do contrato. O jornalista disse que voltará amanhã à internet, mas ainda não sabe em qual endereço. Disse também que não poderia gravar entrevista por não ter consultado seu advogado. O jornalista disse que não foi informado do motivo que levou à decisão do IG. Paulo Henrique Amorim, que também é repórter da TV Record, é crítico tanto de José Serra quanto do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso". Clique AQUI para saber mais.

 

Atualizando, Azenha informa: Dentro de duas horas vai entrar na rede o novo site de Paulo Henrique Amorim (www.paulohenriqueamorim.com.br)



Escrito por Marco Weissheimer às 19h23
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



EM DEFESA DOS TERRITÓRIOS DA CIDADANIA

 Ladislau Dowbor escreve no Le Monde Diplomatique Brasil:: "Às vezes a gente precisa desabafar. Escutando entrevistas na CBN, ouvi um desabafo indignado (no sentido parlamentar da palavra), de um deputado dizendo-se escandalizado com o programa Territórios da Cidadania. Como é dinheiro para as regiões mais pobres do país, evidentemente trata-se de medida eleitoreira, de autêntica compra de votos, raciocina ele. Há quem queira declarar o programa inconstitucional. A armadilha que prende os pobres é impressionante. Eles votam. E como são muitos, o que se fizer em favor de seus direitos, rende votos. Logo, raciocinam alguns, qualquer medida que favoreça os pobres é demagogia, autêntica compra de votos. Ah, se os pobres não pudessem votar... Considerando que a desigualdade é de longe o principal problema do país, tentar travar políticas que a reduzam não é oposição, é sabotagem". Clique AQUI para ler mais.



Escrito por Marco Weissheimer às 19h02
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



BRASIL REJEITA PROPOSTA DOS EUA DE "COMBATE AO TERRORISMO"

 O Brasil rejeitou a proposta dos EUA de criação de um sistema regional de segurança para o “combate ao terrorismo” na América do Sul. O assunto foi debatido na reunião da Organização dos Estados Americanos, na madrugada desta terça, em Washington. O subsecretário de Estado dos EUA, John Negroponte, defendeu “ações conjuntas contra os terroristas”, o que implicaria maior flexibilidade para o deslocamento de tropas nas fronteiras. A proposta foi derrotada. “Uma coisa é dizer que devemos cooperar para combater o terrorismo, e não só o terrorismo, mas todas as ações ilícitas. Mas não se pode fazer do combate ao terrorismo uma guerra santa a tal ponto que justifique liquidar com os princípios do direito internacional. A inviolabilidade do território é um princípio básico da ONU, reiterado em várias declarações dos direitos e deveres dos Estados”, resumiu o ministro Celso Amorim.

Escrito por Marco Weissheimer às 17h59
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



A COBERTURA DA MÍDIA SOBRE A FEBRE AMARELA

 Charge: Kayser

 

O Movimento dos Sem Mídia protocolou, segunda-feira, uma representação junto ao Ministério Público Federal denunciando o tom alarmista adotado pela mídia brasileira ao noticiar uma suposta epidemia de febre amarela no Brasil. Segundo o presidente da organização, Eduardo Guimarães, o objetivo da representação é a abertura de uma investigação sobre o papel dos meios de comunicação na divulgação de casos de febre amarela. Em entrevista ao jornalista Paulo Henrique Amorim, do site Conversa Afiada, Guimarães informou que a representação oferece elementos para o MP investigar o caso. Entre esses elementos estão vídeos de programas e telejornais e matérias de jornal. Os principais focos da representação são: Organizações Globo, Grupo Estado, Grupo Folha, Editora Abril, Correio Braziliense, Jornal do Brasil, Veja e IstoÉ. Clique AQUI para ler mais.



Escrito por Marco Weissheimer às 11h16
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



O DEPOIMENTO DE "BIRA VERMELHO"

 Do Diário Gauche: Segundo parecer da jornalista Rosane de Oliveira, hoje, em sua coluna de Zero Hora, um dos principais indiciados na Operação Rodin, Carlos Ubiratan dos Santos (vulgo “Bira Vermelho”), saiu-se muito bem na CPI do Detran, depois de quase seis horas de depoimento. Para Oliveira, “a falta de preparo dos membros da CPI facilitou a vida do ex-presidente do Detran Carlos Ubiratan dos Santos e permitiu que ele desse um show de retórica no depoimento”. “Show de retórica” é bom! De um modo em geral, a mídia regional – hoje – ajuda a aliviar o peso que recai sobre as costas do ex-presidente do Detran, de onde em cinco anos foram “roubados cerca de 44 milhões de reais”, segundo expressão do delegado Ildo Gasparetto, da Polícia Federal. Clique AQUI para ler mais.



Escrito por Marco Weissheimer às 10h22
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



POR ONDE ANDA A "MÃO INVISÍVEL" DO MERCADO?

  O ex-presidente do banco central norte-americano, Alan Greenspan, admitiu em artigo publicado segunda-feira no jornal Financial Times, que a famosa “mão invisível do mercado” (premissa básica dos ideólogos da desregulamentação do sistema financeiro) tem um pequeno problema: não funciona. Greenspan disse que é impossível saber quantos meses demorará a atual crise financeira nos Estados Unidos e que os modelos econômicos com os quais o sistema financeiro mundial trabalha “são insuficientes para determinar os rumos da economia, diante do volume e da complexidade das variáveis existentes”. “Nunca seremos capazes de prever as descontinuidades do mercado financeiro. Elas são necessariamente uma surpresa”, admitiu. Ele definiu o atual momento como uma alternância de fases de euforia com momentos de retração”.

 

A crise financeira que os Estados Unidos vive hoje é a mais grave desde a Segunda Guerra Mundial, disse ainda Greenspan. “A atual crise financeira dos Estados Unidos será verdadeiramente julgada como a mais grave desde o fim da Segunda Guerra Mundial”. Ela só chegará ao fim, acrescentou, quando o preço dos bens imobiliários se estabilizar. Até lá deixará numerosas vítimas. “O sistema de avaliação dos riscos atualmente em vigor será particularmente tocado”, admitiu Greenspan, que teme ainda pela sobrevivência da “auto-regulamentação financeira como mecanismo fundamental de equilíbrio do setor financeiro mundial”. Em seu artigo, o ex-presidente do Federal Reserve não fez qualquer auto-crítica sobre sua gestão. Ele é apontado como um dos principais responsáveis por alimentar a bolha imobiliária nos EUA, ao reduzir continuamente as taxas de juros, como forma de manter a aceleração econômica mesmo em fases desfavoráveis.

 

O mais recente capítulo da crise foi o anúncio, segunda-feira, da grave situação do banco Bear Stearn, o que fez com que as bolsas despencassem no mundo inteiro. O banco de investimentos concedia financiamentos de longo prazo e fazia aplicações de curto prazo, especialmente no mercado de crédito imobiliário de alto risco. A crise desse setor atingiu o banco em cheio. Após uma “injeção de liquidez” do Federal Reserve, o Bear Stern acabou sendo vendido para o JP Morgan por 10% do valor que tinha na Bolsa de Valores de Nova York, na última sexta-feira. É neste cenário que o dólar segue derretendo. Na segunda-feira, atingiu um patamar considerado impossível há bem pouco tempo: para comprar um euro era preciso desembolsar 1,59 dólares. A partir desses dados, cresce entre a maioria dos analistas, o temor de uma profunda recessão econômica nos EUA.



Escrito por Marco Weissheimer às 09h52
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



REVISTA NORTE - CULTURA NO SUL DO MUNDO

 

Vitor Necchi envia convite para lançamento do número 3 da revista Norte:

 

“Há alguns meses publiquei no meu blog (Cacto) um texto no qual eu fazia uma aproximação entre dois filmes aparentemente distantes: O segredo de Brokeback Mountain e Tropa de Elite. Depois disso, um dos atores que viveu o idílio com o outro caubói morreu e o longa-metragem brasileiro ganhou o prêmio máximo no Festival de Berlim. Achei que era um bom mote para estender minha idéia e, no final da história, nasceu um artigo. Pois ele vai ser publicado no próximo número da revista NORTE.

 

A publicação, que chega ao número 3, é uma iniciativa bem bacana do Tito Montenegro e sua editora, a Arquipélago. Está lá no site: "NORTE é resultado de uma idéia, meses de trabalho e a imprescindível colaboração de um time de jornalistas, escritores, ilustradores, fotógrafos e designers. A idéia era criar uma revista que, produzida no extremo sul do Brasil, não tivesse em sua pauta a restrição aos assuntos locais. Nosso ponto de vista é sulista, pode-se dizer, porque é daqui que assistimos o mundo dar suas voltas, mas nem por isso deixaremos de acreditar que a diversidade e o diálogo são fundamentais na busca de um norte".


O lançamento do número 3 da NORTE será na próxima segunda-feira, 24 de março, às 19h, na Palavraria (Rua Vasco da Gama, 165, em Porto Alegre). Eu tenho aula, mas assim que terminar vou para lá. Quem quiser e puder, faça o mesmo. E quem quiser saber o que teve na edição anterior, dá uma olhada no site da revista”.


Escrito por Marco Weissheimer às 22h47
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



SITUAÇÃO NO IRAQUE É DESESPERADORA

 Centenas de milhares de crianças iraquianas sofrem de diarréia e má nutrição. As crianças pequenas são as mais vulneráveis. (Foto: Anja Niedringhaus)

Cinco anos após a invasão dos Estados Unidos, milhões de iraquianos estão vivendo em uma situação desesperadora, sem acesso à água tratada, saneamento básico ou atendimento à saúde. A situação humanitária no Iraque hoje é uma das mais críticas do mundo, afirmam a Cruz Vermelha e a Anistia Internacional. Famílias iraquianas gastam até um terço de sua receita mensal de pouco mais de R$ 250 apenas para comprar água limpa. Dois em cada três iraquianos não têm acesso à água potável. Cerca de 8 milhões de iraquianos (quase um terço da população de 27 milhões de habitantes), precisam de ajuda humanitária para viver. Hospitais iraquianos têm falta de profissionais e medicamentos, possuindo apenas 30 mil leitos, menos da metade do 80 mil necessários. Centenas de milhares de crianças iraquianas sofrem de diarréia e má nutrição. As crianças pequenas são as mais vulneráveis..Milhares de pessoas foram mortas ou incapacitadas pela guerra e pela violência desencadeada pela mesma.

 

A situação dos direitos humanos também se agravou dramaticamente. Segundo a Anistia Internacional, prisões arbitrárias, detenções e torturas são comuns. O número de mortos desde o início da guerra não pára de crescer. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que, até junho de 2006, 150 mil pessoas já tinham morrido. Somente naquele ano, foram 35 mil mortes. Enquanto isso, os EUA seguem repetindo que a situação no país “está melhorando”. Em visita ao Iraque, o vice-presidente dos EUA, Dick Chenney, disse que a ação no país foi um “esforço bem-sucedido” e que as melhorias são “fenomenais”. Segundo estudos independentes, só entre 2001 e 2003, Bush, Powell, Rumsfeld, Cheney, Condoleezza Rice e outros membros do governo norte-americano proferiram um total de 935 declarações falsas sobre a guerra no Iraque. E a imensa maioria dos meios de comunicação nem fala mais sobre o assunto.



Escrito por Marco Weissheimer às 22h16
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



YEDA LIBERA PESCA DE PEIXES AMEAÇADOS DE EXTINÇÃO

 A Sociedade Brasileira de Ictiologia (SBI) divulgou manifesto criticando a decisão da governadora Yeda Crusius (PSDB), liberando a pesca, no Rio Grande do Sul, de três espécies de peixes ameaçadas de extinção (dourado e duas espécies de surubim). O decreto n° 45.480, de 14 de fevereiro deste ano, revogou a proibição que impedia a pesca destes peixes, alegando “expressivos prejuízos de pescadores profissionais gaúchos”. Segundo a SBI, a decisão do governo Yeda “pode comprometer irreversivelmente a possibilidade de recuperação de suas populações e, portanto, a possibilidade de retomada de sua exploração pesqueira sustentável”. “A inclusão de espécies na lista de ameaçadas”, acrescenta a entidade, “visa justamente possibilitar que os estoques se recuperem a ponto de poderem vir a ser novamente explorada mais adiante”. A entidade alerta que a população dessas espécies diminuiu significativamente no rio Uruguai e chegou a níveis críticos na região da Lagoa dos Patos.

Escrito por Marco Weissheimer às 17h36
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



PRÉVIAS DO PT: REPERCUSSÕES NA BLOGOSFERA

 Palestina do Espetáculo: A OTAN, vulgata que a Unidade na Luta, corrente interna do Partido dos Trabalhadores, recebeu de petistas porto-alegrenses, derrubou a última trincheira que restava. Fontes que não quiseram se identificar relataram a celebração de José Dirceu, Valter Pomar e Jilmar Tatto, ao som de Amigos para Sempre, num restaurante que servisse o espumante à altura do que não se contabiliza. Esses militantes sociais da base do partido derrubaram os caciques de Porto Alegre. (LER MAIS)

 

Diário Gauche: A casa caiu, em Porto Alegre. Caiu no deserto do real, e agora chafurda no pragmatismo mais utilitarista e despolitizador. Prevaleceu a unidimensionalidade da feira eleitoral e das quantificações de votos e eleitores. O ciclo petista iniciado em 1995, com a ascensão da hegemonia de José Dirceu – o papa do ultrapragmatismo – encerrou-se ontem na ex-capital do Orçamento Participativo e do Fórum Social Mundial. Com a vitória do dirceuzismo e seus aliados. (LER MAIS)

 

Agente 65: Maria do Rosário ganhou pois tem mostrado nas pesquisas eleitorais mais viabilidade de vitória do que Miguel Rossetto, os petistas estão receosos desta campanha e uma nova derrota seria muito negativo para o partido. Maria do Rosário representa sangue novo no PT, uma certa novidade que cresceu fora dos caciques e fez um trabalho de base mais robusto. (LER MAIS)

 

Dialógico: Vamos esperar que o partido mantenha a atitude de colocar a RBS no seu devido lugar. Felicitamos a candidata e esperamos que ela entenda que, neste momento, nada é mais importante que a política e que a mídia é a principal oposição a ser enfrentada. (LER MAIS)

Escrito por Marco Weissheimer às 13h41
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



DUAS REUNIÕES IMPORTANTES

 Há duas reuniões importantes esta semana em Porto Alegre, que merecem atenção especial. A primeira delas ocorrerá amanhã, terça-feira, às 18h30min, no plenarinho da Assembléia Legislativa. Convocada pela deputada estadual Stela Farias (PT), a reunião com representantes de sindicatos e movimentos sociais quer discutir medidas para prevenir novos atos de truculência da Brigada Militar contra protestos e mobilizações populares. Stela está defendendo a demissão do sub-comandante da Brigada Militar, coronel Paulo Roberto Mendes Rodrigues. Além desta reunião, na quinta-feira, dia 20, será realizada, às 18 horas, um encontro da mídia alternativa, na sede do Diretório Central de Estudantes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Participará do encontro o diretor da Agência Carta Maior, Joaquim Palhares. Quem puder aparecer, apareça.



Escrito por Marco Weissheimer às 11h05
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



A VITÓRIA DE ROSÁRIO E A DERROTA DOS "CACIQUES"

 E Maria do Rosário venceu as prévias. O placar final foi 2.193 a 2.137, uma diferença de 56 votos. Há muitas coisas a serem ditas sobre o resultado e sobre o que ocorreu. Registro aqui apenas duas. Uma delas é que representa o fim de um ciclo na história do PT de Porto Alegre. O resumo apresentado na imprensa hoje diz que o resultado da prévia representa uma derrota da “cúpula” e dos “caciques” do PT gaúcho e uma vitória da “base”. Entre os “caciques”, são citados os nomes de Raul Pont, Flavio Koutzii, Tarso Genro, Olívio Dutra, Miguel Rossetto os ministros Guilherme Cassel e Dilma Rousseff. “Rosário é da periferia”, gritavam ontem à noite seus apoiadores. Outro símbolo eloqüente do resultado foi a vitória do ex-Campo Majoritário na capital gaúcha, algo com que o grupo político que dirige o partido sonhava há muito tempo. Como muitos disseram ontem à noite, essa é a nova cara do PT em Porto Alegre.

 

Foto: Tanan Henicka, Portal PT-POA



Escrito por Marco Weissheimer às 10h23
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]